quarta-feira

11 semanas e 5 dias


Olá gente!
Como ainda nao fiz um post explicando tudo o que está acontecendo comigo acho que farei isso agora, ou pelo menos vou tentar.

Na semana de 20 a 24 de março deste ano eu estava sentindo fortes cólicas, meus seios começaram a doer e eu acreditava fortemente que era uma daquelas TPM's que chegam pra avacalhar com nossas vidas e resolvi ligar para minha médica.
Ela pediu que eu fizesse um ultrason, desses que você faz pra saber se está com problemas no ovário, útero etc.
Um exame normal eu diria.
Para mim nao foi.
Cheguei no consultório, coloquei aquele aventalzinho horrível que elas pedem para a gente por e fui para a mesa de exame.
Assim que a médica introduziu o aparelho em mim vi algo de "errado".
Apareceu uma mancha preta no centro da tela.
Eu já havia feito um ultrason e nada disso tinha aparecido antes.
Fiquei preocupada e perguntei: O que é isso Dra?
E ela com um sorriso no rosto me respondeu: Você está em processo de gestação.
Fiquei sem reação.
Gestação!? Como assim!? Gestação?! Eu?!
E então a primeira pergunta real foi: De quanto tempo?
E a resposta: Menos de 5 semanas.
E entao pensei: 5 semanas? 1 mes e 1 semana? Que dia foi isso?
Enfim.
Nao consegui fazer nem dizer mais nada.
Entao ela me perguntou:
- "Quem está na sala de espera?"
- Meu pai e  minha madrasta.
- "Como é o seu pai? O que ele vai dizer?"
- Não sei. Ele vai pedir pra eu tirar.
- "E o seu namorado?"
- Ele vai querer ter.
- "E você?"
- Eu não sei.

A partir daí eu já estava chorando igual uma criança pequena quando quer comer doce e os pais nao deixam.
Me vesti, chorando muito. Sem conseguir me conter.
Saí da sala. Fui ao encontro do meu pai.... e da forma mais descontrolada de todas eu "gritei" na sala de espera, chorando e nervosa: "Pai, eu to grávida!"
Os minutos depois foram de desespero.
Choro, nervosismo, angústia....

Minha madrasta me abraçou me levando pra fora do consultório.
- "Eu já imaginava!"
- Mas eu nao. - respondi.

Entao sem ter tempo de entender tudo, tiver que ir trabalhar.
Foi o dia mais complicado no trabalho.
Fingir que nada aconteceu, esconder o rosto de choro e conseguir realizar todas as minhas tarefas no serviço.
Na hora do almoço fui pra casa, coisa que quase nao faço. Lá conversei com meu pai e entao tive que ligar para o Montanha pra contar tudo.

- Montanha, tá sentado?
- "Tô. Como foi o exame?"
- Você vai ser pai.
- "Sério? De verdade mesmo?"
- Sim.
- "Sério, sério?"
- Sim.
- "Eita!".
- De noite a gente se vê. Tchauzinho.

De noite cheguei em casa, conversei com o namorado, estávamos todos perdidos com aquilo e ainda por cima, adivinha? tive que ir para a aula de ingles.
Pois é.
Mais abatida do que nunca, tentei nao comentar nem parecer diferente. Convenci.
Cheguei em casa, conversei com meu pai, ainda nao sabia o que EU queria....
Ele me deu apoio. Disse que o que eu decidir estava decidido.
Meu namorado havia ficado comigo um pouco. Depois tinha ido pra casa do irmão, o mais diplomático da família, o que já tem 2 filhos, o mais experiente em relaçao a isso.

Quando voltei do ingles o Montanha me ligou:
- "Posso ir aí te pegar? Queremos conversar com voce."

Fui pra casa do meu cunhado. Entre choros de todos os lados, conversas e verdades, saí de lá quase decidida. Mas ainda existiam dúvidas dentro de mim.


Aí foi a vez de contar a novidade para o resto da família do Montanha.
Eu estava nervosa, com medo da reação, mas esperava que fosse bem aceita a notícia.
O Montanha reuniu todos os irmaos, cunhadas, sobrinhos, no portão da casa da mãe dele.
Quando todo mundo chegou, eles adentraram a porta, o Montanha com o exame, o cunhado com o vinho e eu com o medo.
Depois que minha sogra ficou sabendo, todo mundo comemorou e oficialmente a família toda estava sabendo.

Depois liguei pra minha mae. Nossa, ela me destruiu no telefone. Falou tudo o que eu nao queria ouvir.

Foi muito difícil pra mim.2 dias depois eu estava viajando pra lá, de férias, com o Montanha... Estava com medo de como ela receberia tudo isso, de como ela ficaria depois disso, se ela aceitaria tudo..
Enfim... fui com muito medo.

Ainda bem que nao foi tao ruim quanto eu esperava.As coisas que ela havia me dito por telefone foram mais impulsivas do que verdadeiras.Ela estava chateada, inconformada, mas estava menos irritada.
Acabou que no final das contas até roupinha pro bebê ela comprou. Entao acho que o saldo da viagem foi positivo.

Bem, na viagem começaram os enjoos, cólicas e os banhos de óleo de amendoa.
Cheguei de viagem e entao tinha mais um leao para enfrentar: Meu chefe.
Fiquei dias e dias pensando em como falar com ele....
Entao cheguei um dia, chamei ele pra sala de reunião e disse: Estou grávida! e dei um sorrisinho amarelo.
Ele ficou espantado.Feliz, mas espantado.Conversou comigo, me disse as coisas que eu esperava ouvir da minha mãe e nao do meu chefe.Fiquei aliviada por ele ter sido, mais uma vez, legal comigo.

Depois foi a vez de ir a médica, obstetra, pela primeira vez.Falamos de várias coisas, ela examinou meu seio, minha barriga, pressão.Estava tudo normal.

Mais uma semana se passou....
Eu comecei a sentir aquele enjoo matinal, falta de apetite... essas coisas normais de grávidas.
Ainda bem que vomitei pouquíssimas vezes.

E entao chegamos ao dia de hoje, onde fui fazer meu segundo ultrason.
Desta vez acompanhada apenas do co-responsável pela criança.
Entramos na sala, e logo de cara vimos o pequeno grande ser sendo formado dentro de mim com incríveis 5cm e 11 semanas e 5 dias de vida.
Não sei explicar.
Ver pela primeira vez o feto, os bracinhos, pernas, cabeça, corpo....
Foi incrível.Ouvi seus batimentos.
A médica disse que ele estava normal. Tudo dentro do combinado, digamos assim.
E entao ficamos brincando de ver o bebê.
Ele girava, dava "tchauzinho" com a maozinha, dava cambalhotas, estava super agitado.
Depois de uns minutos ele resolveu ficar mais quietinho... e entao pudemos ver todos os membros dele... ficar namorando cada pedacinho do corpo dele em formação.
Eu fiquei assustada com o tamanho dele..... na tela ele fica enorme.... é muito legal de ver.
Desta fez quem chorou nao fui eu.... O Montanha estava com os olhos grudados no monitor, vendo cada coisinha que acontecia lá dentro.... com os olhos cheios d'agua.... chorou de felicidade por saber que o bebê estava bem.
E eu fiquei pensando: Serei uma daquelas maes que nao consegue dormir pq o bebê vai ficar super agitado na minha barriga!!
Entao saímos do consultório, eu vim trabalhar e o Montanha foi pra casa..

Amanha pego o resultado direitinho do exame, pedimos uma gravação dele também... se tudo der certo eu posto a gravação do vídeo aqui ou pelo menos umas fotos do vídeo.

É isso.
Este post é dedicado a minha amiga Lelê, escolhida para ser a madrinha do meu bebê. (rimou!!)

To be continued....

Um comentário:

Helena disse...

Meo Deos amiguinha, quanta emoção!!!!!!!! Imagino o que não foi passar por tudo isso daí... obrigada por contar pra cumadi aqui como foi a descoberta do meu(minha) afilhadinho (inha) :D
Já amo tanto...