sexta-feira

Razões para não casar!?

Esse post vai dedicado ao meu querido Montanha.

Extraído do Porta Super novamente, mas agora colocado na íntegra.

Veja 13 razões para não casar





Não somos contra o casamento, mas vale analisar as dicas abaixo:

Nem sempre o coração tem razão: você está apaixonada e acredita que encontrou o homem da sua vida. No entanto, algo lhe diz que é melhor pensar um pouco mais. Para ajudá-la nessa decisão, selecionamos 13 características que podem transformar o homem ideal em nada além de um mero amigo.

Única namorada: atenção caso você seja o primeiro amor dele. Depois de anos de casado, ele pode se dar conta de que precisa vivenciar outras experiências e, por isso, prefere ficar um tempo sozinho.

Pão duro: desde que vocês se conheceram ele nunca lhe convidou para um jantar ou programa mais formal. Na casa do seu amado faltam produtos essenciais, pois ele não os compra por achar muito caro. Não se una com uma pessoa que certamente irá promover discussões intermináveis por causa de dinheiro. E lembre-se: um casamento não sobrevive só de amor.

Metamorfose: os defeitos dele são inumeráveis e você detesta todos na mesma proporção. O melhor que tem a fazer é ignorá-los ou procurar um novo parceiro. Acreditar que irá exterminar todas as manias abomináveis de seu amado depois do casamento é um grande erro.

Agressões: um homem violento não merece uma segunda oportunidade. Não caia na armadilha de se casar com ele. Se as agressões forem, além de verbais, físicas, não hesite em denunciá-lo à polícia.

Entre quatro paredes: os problemas do casal desaparecem com uma jornada de paixão desenfreada. O sexo é perfeito, mas nos momentos de diálogo, nas crises e até mesmo nas situações de lazer vocês nem sequer parecem namorados.

Não sabe dizer 'eu te amo': não se atreva a casar com um homem que nunca disse e nem demonstrou seu amor. Você pode enumerar dezenas de qualidades, mas não há como construir uma vida em comum se só você reconhecer a importância do outro para a relação.

Atração física: é claro que a primeira impressão é importante. No entanto, para um relacionamento duradouro você vai precisar muito mais que um rostinho e corpão bonitos. Não deixe se levar pelas aparências.

Peneira: você planejava se casar aos 25 anos, mas já passou dos 30. Por isso, sua capacidade seletiva está um pouco abalada. Mas, atenção: isso não é motivo que lhe faça juntar os trapos com o primeiro cara que passar na sua frente.

Entre tapas e beijos: vocês têm tantos momentos de paixão e romance quanto têm de ciúmes e brigas. Quando está de bem com ele, tudo parece ser o paraíso, mas ao primeiro desentendimento vocês se transportam sem escalas para o inferno. Os extremos não são sinais de uma relação sadia e com o matrimônio tudo tende a piorar.

Reincidente: os homens infiéis são como viciados em tratamento, estão sempre à beira de uma recaída. Se ele já pulou a cerca uma vez, saiba que, mesmo depois de todas aquelas provas de amor que a fizerem reconsiderar o caso, são grandes as chances dele a trair novamente.

Folgado: em poucas palavras ele é um vagabundo. Não tem o interesse de se realizar profissionalmente e não sabe o significado da palavra responsabilidade. Se quiser se converter em uma segunda mãe, case com esse homem, mas se essa não for sua intenção, vá pra bem longe dele.

Em pé de guerra com a família: Por mais que você tente negar, depois do casamento a família dele também será sua. Portanto, antes de dizer o sim, trate de se entender bem com eles.

Vê a vida de outra maneira: Você quer uma grande família, mas ele não quer ter filhos. Vocês têm crenças espirituais opostas. Ele gosta de aventuras e você detesta. Enfim, seus projetos de vida são bem diferentes dos dele. Pensem bem se estão dispostos a fazer sacrifícios para conseguir conviver como um casal.


Se no final das 13 razões vc viu que o seu parceiro/parceira se encaixa em mais de 5, peça para terminar o namoro. Se vc e seu parceiro (a) se encaixam em apenas 1 ou 2, CRIA VERGONHA NA CARA E CASA LOGO RAPAZ! hehehe

To be continued...

2 comentários:

Antônio J. Xavier disse...

Tah ai... gostei da dicas.
Em especial quando se diz que ninguém deve casar esperando mudar alguém... e sobre a fidelidade.
Muito bom!
bjinhos

Calixtah disse...

Gostei do post! Vale mesmo a pena pensar duas vezes antes de dizer o "sim".