segunda-feira

A saga do emprego novo

Parece incrível mas quem leu o post O que nos falta? vai entender muito bem o motivo da minha surpresa.
Semana passada, mais exatamente na terça, eu saí desesperada pela cidade entregando currículos para aproveitar o começo do final do ano e arrumar qualquer emprego que me fosse digno para arrumar uma grana para começar a fazer meu pezinho de meia. Pois bem. Contarei o que houve.
Neste dia, depois do almoço deixei meu pai no trabalho e fui tirar umas xérox dos currículos no escritório que fica logo na frente do trabalho dele. Quando saí dali, já comecei a entregar o meu currículo numa agência de viagens e num escritório imobiliário. Saí dali e lembrei que minha madrasta havia me pedido para ver o preço de umas peças de bijouterias numa loja que fica a poucos metros de minha casa.
Então arrumei uma vaga e antes de ir na tal loja tive a idéia de destribuir uns currículos por umas lojas de roupas que existem por lá. Pois bem. Na primeira loja que entrei a mulher me deu a dica de que na rua mais a diante, uma loja estava contratando pessoas passo lá depois - pensei. E fui seguindo pelo comércio, na segunda loja que entrei entreguei o meu currículo e não senti muita firmeza na mulher que estava por lá.
Continuei seguindo, passei por uma loja de roupas infantis, parei, pensei: Não pode ser tão ruim assim. Entrei. Uma moça simpática me atendeu e foi logo lendo meu currículo. Quando eu estava prestes a sair da loja ela me disse:
- Peraí! Você é publicitária? Recém-formada? Meu marido tem uma agência aqui na frente e procura por uma nova secretária.
Nessa hora fiquei pasma. Não sabia bem o que falar. Enquanto eu pensava no que dizer ela pegou o telefone e ligou para o marido.
- Maurício? Tem uma moça aqui na loja procurando emprego, você pode conversar com ela? Ela me pareceu bem interessante pra função de secretária.
Eu havia trocado meia dúzia de palavras com a mulher e ela já estava me elogiando, que gentil.
Foi então que ela disse que ele iria entrar em contato comigo assim que possível. Deixei meu celular e telefone de casa e continuei o que tinha pra fazer: entregar mais currículos.
Claro que minha cabeça nao desligava da idéia de que aquilo pudesse dar certo. Eu realmente estava querendo muito que aquilo desse certo.
Fiz o que tinha pra fazer, voltei pra casa e segui minha vida.
No dia seguinte fui almoçar no shopping aproveitando a oportunidade para entregar mais currículos. Pra ser bem sincera, tinha praticamente esquecido do fato do dia anterior.
Quando de repente meu celular tocou. Um número desconhecido. Atendi.
- Mariana? É o Maurício, tudo bom? Tá ocupada agora a tarde? Queria que você viesse aqui na agência pra gente conversar. Pode vir agora?
- Claro, estou indo praí...
Em menos de 30 minutos eu já estava na sala de reunião conversando pessoalmente com o Maurício.
O papo foi bem interessante e ao que tudo estava indicando eu realmente seria a nova secretária da Agência cujo nome é Idea Propaganda. I-D-E-A mesmo
Cheguei em casa super feliz, o salário era bom melhor salário oferecido a mim até agora a carga horária era justa o mesmo horário que qualquer trabalhador normal cumpre e a localização era privilegiada, pelo menos pra mim a agência fica a 10min da minha casa a pé.
Estávamos marcados para começar na segunda, quando as 19:40 da noite, cerca de 1 hora e meia depois de eu ter saído de lá, o Maurício me liga e diz que eu começo na verdade na SEXTA e não na segunda. Pensei: Sexta? Amanhã? Ui! Massa!
Então fui dormir, ou pelo menos tentei dormir esperando ansiosamente pelo dia seguinte. Tinha programado de fazer várias coisas pela manhã, coisas que estavam pendentes na minha vida mas que não eram questão de vida ou morte.
Bom, sei que as 9horas da manhã da sexta-feira o meu celular toca... Número desconhecido porém o reconheci rapidamente como sendo o mesmo número usado pelo Maurício.
Atendi com aquela voz de sono...
-Alô?!
- BOM DIA, BOM DIA, BOM DIA!! Te acordei né? Então, você pode vir trabalhar agora pela manhã? Mas assim, sem pressa!Mas chegue antes do meio dia tá?
- Ahh... tá bom! Até lá.
Levantei da cama igual um foguete. Das coisas que tinha me programado consegui fazer apenas uma. Sei que quando eram 10hs eu já estava batendo na porta da agência.
E assim começou o meu primeiro emprego com carteira assinada!
To be continued...

4 comentários:

tiago disse...

meus parabens pelo seu novo emprego.

Cabritão disse...

É impressão minha ou há um deslize de identidade nesse post? Mari Dourado é? hehehehehehe

Pablo disse...

soo, now will you stay there?
of course you will, and about your dad?

Mari Dourado disse...

Cabritoooooo Deslize nenhum viu!? Vc que tá doidao aí! Para de cheirar cola!!!!

Pablo, acho q ele tá orgulhoso de mim, vamos esperar pra ver no q vai dar né? Obrigada pelo post em ingles!! :D Continue me ajudando que assim q eu estive mais segura colocarei post in English!