quarta-feira

Eu tive um sonho esquisito

Esse acho que foi um dos mais esquisitos que já tive.
Sabe como é sonho, a gente não entende e não faz sentido nenhum o que acontece neles.
Pois bem.
O sonho começa comigo e com uma amiga minha querendo sair de férias, sei que do nada aparecemos num iate gigantesco no meio do oceano... Ela tinha levado umas amigas dela que chegaram lá de helicoptero e tudo mais.
Bom, dai sei que a gente queria sair do iate e não sabia como já que nós não tínhamos experiências maritmas. Bom, dai nem sei como a gente apareceu dentro de um carro, dando tipo numa cidade deserta. Parecia que a gente ta fugindo de alguém e foi então que a gente parou dentro de uma universidade. Parecia ser a facul que essa minha amiga estudava pq ela passava nas salas e conhecia a maioria das pessoas.
Bom, dai sei q do nada veio um cara correndo atrás da gente querendo matar a gente! (Falei que o sonho era esquisito cara!) Dai ele tava com uma espécie de faca ou algo assim, só que muito grande e afiado.
Ai o que eu tinha entendido era que ela entrou numa sala onde esse cara tava dando aula e parece que o castigo que recebemos por atrapalhar a aula dele era ele vir correndo atrás da gente com esse treco.
Aí o sonho começou a ficar mais maluco ainda. Parecia que o tal professor tinha uma ceita secreta dentro da escola e quando esses alunos viram ele correndo atrás da gente foram correndo atrás da gente também. Cara, realiza umas 10 pessoas correndo atrás de vc e querendo te machucar.
Não sei pq a gente não podia sair da tal faculdade, era como se a gente tivesse presa lá dentro.
Aí a gente entrou na sala da coordenação e pegou uma foto do tal professor maluco.
Lembro que minha amiga tinha me dito que era preciso cortar a foto dele em vários pedaços pra que ele morresse e o resto do povo voltasse ao normal.
Entao a gente começou a procurar as fotos dele e quando a gente achou já foi logo rasgando e cortando ela em vários pedaços. O problema é que isso nao adiantou e o cara tava vindo atrás da gente da mesma forma, só que com o rosto meio ensanguentado juntamente na parte em que a gente tinha rasgado a foto.
Sei que no meio desse corre corre a gente criou um plano para matar o prof de vez. Conseguimos não sei como uma faca igual as que ele tinha e combinei com a minha amiga de que ela iria distraí-lo enquanto eu iria apunhala-lo e cortar sua garganta. (UAU, sou demais!)
E o plano deu certo. Ele saiu correndo atrás dela e dai eu pulei nas costas dele e VUP passei a tal faca na garganta dele. Ele caiu no chão e morreu. Logo depois todos os outros alunos pararam de correr e gritar e foram para suas salas.
Dai apareceu eu e essa amiga naquele iate de novo, curtindo a maior vida boa como se nada tivesse acontecido...
[FIM]

Agora me diz se isso é coisa que se sonha? Taqueupariu!
Engraçado é que vira e mexe eu sempre tenho sonhos com pessoas que querem me machucar e me matar. Sempre tem alguém me querendo morta. Que Sinissssssstro!!

To be continued...

4 comentários:

Rodrigo Piva disse...

Caramba!! Que aventura, guria!
Espero que não seja sonâmbula! heheehe
Beijo

Paulo Pinto Pereira disse...

Mas diz lá: qual é tua cidade, de repente é melhor prevenir... rsrsrs
Legal o teu texto, parece que eu estava assistindo: "Eu vi o que a guria fez no verão passado" ou algo parecido.
Bjs.

Mari Dourado disse...

ahahahaha!!! Moro na capital federal querido Paulo!

bjos

Catarino disse...

Seu sonho é um filme completo.
Eu li a interpretação dos sonhos do Freud e consigo interpretar meus próprios sonhos.
O que se vê nos sonhos ou faz não tem nenhuma relação direta com a vida real.
Tenha um ótimo domingo.