quinta-feira

Dava Ctrl V na escola

Espero que todos entendam do que se trata o post. (caraaaaaaaalho acabei de tomar um puta choque no diabo da CPU) Ele se trata de crianças felizes como eu que já colaram na escola, faculdade, vestibular etc.
E especificamente das crianças felizes que foram pegas colando.
Eu fui uma delas.
Já contei aqui a história do dia em que colei no vestibular e agora conto a história do dia em que fui pega colando na escola.
Primeiro queria dizer que Mari Dourado sempre fui uma aluna ótima, que nunca deixava de fazer dever de casa e raramente falta as aulas. Estudei sempre em colégio pequeno, desses que o povo sabe seu nome, o da sua mãe, seu pai e até o telefone da sua casa. Enfim. Colégios pequenos são foda.
(cara, desculpa, mas é que hoje eu acordei com uma puta dor no ouvido e eu to meio tonta saca? Então se eu estiver escrevendo embaralhado foi mal aí!)

Lembro-me tão bem que o assunto da tal prova eram aqueles tipos de vegetação do Brasil e suas características, regiões etc. Lembra? Parada chata pra caramba (que me perdoem os geógrafos ou sei lá que tipo de gente estuda isso!) Essa coisa de caatinga, etc etc nunca entrou na minha cabeça e por mais que eu tivesse ficado horas e horas estudando esse negócio não sentia firmeza de que iria dar certo na hora da prova.
Foi então que a criança super esperta teve a "brilhante" idéia de pegar o caderno (sim, o caderno) e colocar entre as pernas e a mesa da sala de aula. Estrategicamente colocado para eu olhar as partes sobre vegetação.
A prova começou e eu sentei em último lugar, perto da parede. Lembro que fui direto pra parte da prova que falava sobre essas coisas e escrevi tudo o que eu sabia da minha cabeça, nem olhei o caderno. Tinha feito pouca coisa, resolvi então fazer o resto da prova e depois tentar dar uma colada naquela parte. Escrevi daqui, escrevi dali. Daqui a pouco a professora vem vindo em minha direção com uma cara não muito das boas... Ela chegou do meu lado em silêncio, pegou o meu caderno, olhou a matéria, fechou ele e levou o caderno com ela.
Não havia dito nada, eu fiquei sem entender. Achei que tinha sido perdoada ou sei lá o que.
Apesar do nevorsismo eu continuei fazendo a prova numa boa, o resto era tudo moleza.
Acabei a prova, fui entregar ela pra prof. e na volta recebi o meu caderno. Pensei que tava tudo certo, sei lá, eu nem tava fazendo aquela parte da prova quando ela me pegou com o caderno.
Pensei em tudo o que poderia acontecer e nada aconteceu.
Uma semana depois a gente recebeu as provas. Com medo de alguma coisa, olhei direto minha nota. Não era abaixo da média... Fiquei aliviada, pensei que levaria um Zero bem redondinho mas não. Passado o susto fui olhar a prova, o que tinha errado, acertado etc. Quando cheguei na parte da vegetação tinha um X cortando de cima a baixo a página. Fiquei puta da cara, queria reclamar com a prof. dizer que aquilo tinha sido de cabeça e não colado etc. Pensei, pensei, pensei. Resolvi ficar calada. Ela poderia ter dado ZERO pra mim e apenas cortou a parte que supostamente eu colei, dos males o menor.
Depois disso nada aconteceu. Ninguém falou com meus pais, não fui chamada na direção, nada aconteceu com a aluna super esforçada que se desesperou com o tema vegetação.
Mas que eu fiquei puta em ter conseguido tirar tudo aquilo de cabeça e a prof ter cortado eu fiquei... hehehe

To be continued...

Um comentário:

Rodrigo Galhano disse...

Oi, sou do site Clipestesia.com.br, e quero saber se vc aceita troca de banner ou links?

meu email: rodrigo_galhano@hotmail.com


Abraço!